Jacques Prévert - Déjeuner du matin

Hoje conheceremos a poesia de Jacques Prévert entitulada Déjeuner du matin. É um bom exemplo de texto para praticar o passado dos verbos. Espero que gostem.


Déjeuner du matin - Café da manhã

Il a mis le café - Ele pôs o café
Dans la tasse - Na xícara
Il a mis le lait - Ele pôs o leite
Dans la tasse de café - Na xícara de café
Il a mis le sucre - Ele pôs o açúcar
Dans le café au lait - No café com leite
Avec la petite cuiller - Com a colherzinha
Il a tourné - Ele mexeu
Il a bu le café au lait Ele bebeu o café com leite
Et il a reposé la tasse - E ele descansou a xícara
Sans me parler - Sem me falar
Il a allumé - Ele acendeu
Une cigarette - Um cigarro
Il a fait des ronds - Ele fez rodinhas
Avec la fumée - Com a fumaça
Il a mis les cendres - Ele pôs as cinzas
Dans le cendrier - No cinzeiro
Sans me parler - Sem me falar
Sans me regarder - Sem me olhar
Il s'est levé - Ele se levantou
Il a mis - Ele pôs
Son chapeau sur sa tête - Seu chapéu na cabeça
Il a mis - Ele pôs
Son manteau de pluie - Seu casaco de chuva
Parce qu'il pleuvait - Porque chovia
Et il est parti - E ele se foi
Sous la pluie - Na chuva
Sans une parole - Sem uma palavra
Sans me regarder - Sem me olhar
Et moi j'ai pris - E eu tomei
Ma tête dans ma main - Minha cabeça em minha mão
Et j'ai pleuré - E eu chorei





Dúvidas, sugestões, reclamações? Envie-nos uma mensagem!

2 comentários:

Anônimo disse...

Lindo!

JOÃO VITOR COELHO AQUINO disse...

Fantástico

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br