Lição 60 – O imperativo ( L’impératif )

Seguindo a onda dos posts sobre le futur simple e l'imparfait, mais uma postagem sobre um tempo verbal muito importante, o imperativo, chamado em francês de impératif.


Caso alguém esteja um pouco perdido, o imperativo é aquele tempo verbal que nos permite dar ordens e conselhos. Aquele usado em frases nem sempre muito educadas, principalmente quando não utilizadas com um por favor. Frases como: "Fique quieto", "Me passe o sal, por favor", "Olhe", entre outras.

É bom lembrar também que o imperativo não existe para todas as pessoas. Seu uso só faz sentido para pessoas com quem estamos falando, ou seja, ele só existe para os pronomes tu, você, vocês e nós, ou em francês, tu, vous e nous.

E, para alegria de todos, este tempo verbal é bem fácil. Sua forma é:

Verbo no presente sem sujeito e sem a final -s quando o verbo termina em –es.

O que isso quer dizer? Por exemplo, para o verbo sortir, a parte da conjugação no presente que nos interessa é tu sors, nous sortons, vous sortez. Então no imperativo tiramos o sujeito, e obtemos: sors; sortons; Sortez. Este é o imperativo para o verbo sortir.

Vamos agora considerar outro verbo, manger. Temos como conjugação tu manges, nous mangeons, vous mangez. Neste caso, além de retirarmos o pronome, devemos no caso do tu retirar também o –s do fim da frase, como diz a regra. Então os imperativos para manger são: mange, mangeons e mangez.

A tabela abaixo mostra a diferença nos dois tempos:

PresenteImperativoPresenteImperativo
Tu sorsSorsTu mangesMange
Nous sortonsSortonsNous mangeonsMangeons
Vous sortezSortezVous mangezMangez


Exemplos, exceções e tudo mais clique aqui!

EXERCÍCIOS (Em breve)



Dúvidas, sugestões, reclamações? Envie-nos uma mensagem!

9 comentários:

Anônimo disse...

Percebi com o poste anterior que alguns verbos não sofrem alterações, provavelmente são irregulares, gostaria de saber qual regra usamos no verbo "dire" já que o mesmo é acompanhado por um "s" em sua conjulgação (tu dites). Se o "s" é retirado ou não.

Obrigado :~D

RodrigoR disse...

A conjugação dele para o tu é na verdade tu dis... e o imperativo fica assim:

dis
disons
dites

um abraço

Anônimo disse...

Hum.. me desculpe pela gafe cometida anteriormente, eu realmente me confundi quanto ao pronome utilizado, coloquei "tu" ao invéz do "vous" ^^

de qualquer forma, obrigado pela resposta rápida e precisa.
seu blog realmente é muito legal.

Parabéns e obrigado.

Matheus disse...

Muito bom...
Me ajudou muito, Obrigado

Anônimo disse...

Esse post foi muito útil e simples. :)

Anônimo disse...

Util, prático e melhor do que a minha professora de françês

Anônimo disse...

Você por algum acaso é aluno da Tatiana, pq quando que era aluna dela tbm não aprendia nada, ficava boiando que nem um barquinho me sentia uma debi mental, já com esse poste eu pude aprender em uma hora o que eu não aprendi em dois anos com ela. Um abraço para o(a) dono(a) desse blog, está de parabéns :)

Anônimo disse...

Parabéns pelo seu blog, vou frenquentá-lo mais a partir de hj, pois somente hj que o descobri e foi de muita ajuda. Valeu!

Junior Menezes disse...

Esse site me salvou, estava com muita dúvidas em minhas aulas, muito obrigado.

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br