Pep’s - Libertà

Nesse post vou apresentar a vocês uma das canções de reggae que mais tem tocado aqui nas rádios. E isso que não é uma canção nova (ela é de 2001).


O nome da banda é Pep's, e ela é da cidade francesa de grenoble. Quem quiser saber mais sobre a banda pode visitar o site oficial do grupo.

Abaixo segue o link do vídeo e a letra da canção seguida de uma tradução livre feita por mim. Espero que gostem:

Pep's - Libertà

Tu sais qu'il y a un bateau qui mène au pays des rêves - Tu sabes que há um barco que leva ao país dos sonhos
Là où il fait chaud, où le ciel n'a pas son pareil – Lá onde faz calor, onde o céu não tem igual
Tu sais qu'au bout d' cette terre – Tu sabes que no fim desta terra
Oh oui les gens sèment - Oh sim, as pessoas semeiam
Des milliers d'graines de joie où pousse ici la haine – Milhares de grãos de alegria onde aqui cresce o ódio.
On m'avait dit p'tit gars – Disseram-me criança
Là-bas on t'enlève tes chaînes – Lá nós retiramos tuas correntes

On te donne une vie – Nós te damos uma vida
Sans te jeter dans l'arène – Sem te jogar na arena
Comme ici tout petit après neuf mois à peine – Como aqui, pequeno, depois de apenas 9 meses.
On te plonge dans une vie où tu perds vite haleine – Te jogamos dentro de uma vida onde tu perdes rápido o fôlego.
Alors sans hésiter – Então sem hesitar
J'ai sauté dans la mer – Eu saltei no mar
Pour rejoindre ce vaisseau – Para chegar a esse navio
Et voir enfin cette terre – E enfim ver esta terra
Là-bas trop de lumière – Lá existe muita luz
J'ai dû fermer les yeux – Tive que fechar meus olhos
Mais rien que les odeurs – Mas somente os odores
Remplissaient tous mes vœux – Já cumpriam todos meus desejos.

I just wanna be free in this way – Optei por não traduzir o refrão pessoal
Just wanna be free in my world
Vivere per libertà
Vivere nella libertà

Alors une petite fille aussi belle que nature – Uma garotinha tão bela como a natureza
Me prit par la main et m'dit : "Suis cette aventure" – Me pegou pela mão e disse: "siga esta aventura"
On disait même, oh oui que la mer l'enviait - Nós diríamos mesmo, sim, que o mar lhe invejava.
Que la montagne se courbait pour la laisser passer – Que a montanha se curvava para lhe deixar passar.
Elle m'emmena au loin avec une douceur sans fin – Ela me leva longe com uma doçura sem fim
Et ses bouclettes dorées dégageaient ce parfum - E seus cachos dourados exalavam este perfume
Qui depuis des années guidait ce chemin – que depois de anos guiava esse caminho
Ton chemin, mon chemin, le chemin - teu caminho, meu caminho, o caminho

Refrain

Pour arriver enfin à ces rêves d'enfants - Para chegar enfim a esses sonhos de crianças
Qui n'ont pas de limites comme on a maintenant – Que não tem limites como nós temos agora
J'ai vu des dauphins nager dans un ciel de coton – eu vi golfinhos nadarem em um céu de algodão
Où des fleurs volaient caressant l'horizon – Onde as flores voavam acariciando o horizonte
J'ai vu des arbres pousser remplaçant les gratte-ciels – Eu vi árvores cresceram substituindo os arranha- céus.
J'ai vu au fond de l'eau une nuée d'hirondelles – eu vi no fundo da água um bando de andorinhas

Refrain




Dúvidas, sugestões, reclamações? Envie-nos uma mensagem!

5 comentários:

Anonymous disse...

Que delícia!

Anonymous disse...

muito bom...abrx
Nelsinho

Anônimo disse...

Porra cara, demaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis, era justamente isto que eu procurava. Valeu irmão. Tu estás de parabéns pelo blog e muito obrigado por nos proporcionar essa maravilha. Valeu mesmo de coração.

Anônimo disse...

O visual do blog é bem harmonioso, o conteúdo bem organizado e tudo bem direto e informal. Seu blog me faz realmente querer não desistir de aprender cada vez mais a língua francesa. Valeu!

Anônimo disse...

Arrasou no blog... Parabéns.

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br